carta a lady damaris masham

G.W. Leibniz
Fonte: GIII, 336-337 [1704]

Chegou ao meu conhecimento que a senhora está prestes a enviar-me uma cópia do The True Intellectual System of the Universe, de seu falecido pai.1 (...) O assunto muito me interessa, pois tenho meditado sobre o tema. E, de fato, posso mesmo afirmar ter descoberto novas terras neste mundo inteligível e desta forma, madame, creio ter acrescentado algo ao grande sistema que o senhor seu pai, a partir de pensadores antigos e modernos, enriqueceu e nos legou.
Entre outras coisas, minha contribuição consiste no sistema da harmonia pré-estabelecida entre as substâncias. O senhor Pierre Bayle refere-se extensamente a este meu sistema no artigo Rorarius, em ambas as edições do seu excelente Dicionário Histórico e Crítico. Na segunda edição, porém, acrescenta algumas novas objeções dignas de solução. Minha réplica, contudo, o fez compreender profundamente meu ponto de vista, como ele próprio reconheceu em carta a mim endereçada.
No mesmo artigo Rorarius, esse ilustre autor parece crer que ninguém antes de mim tenha levado ao extremo a idéia que possuímos da grandeza das perfeições de Deus e da beleza da Sua criação (...).

Notas:
1. Damaris Masham (1658-1708) era filha de Ralph Cudworth (1617-1688), principal platônico de Cambridge.